O chef é tudo

sábado, 27/outubro, 2007

Outro dia, aqui no blog, li o seguinte comentário do leitor Fábio sobre uma nota que eu fiz sobre o Lola Bistrô: “O problema é que depois da saída da chef Raquel Arruda, o Lola ficou sem nenhum chef na cozinha”, disse o Fábio. “Já faz tempo que a comida deixou a desejar… É uma pena.”

O Fábio está certíssimo. Além do Lola, pude comprovar isso na pele hoje, quando fui tomar café da manhã na Braverie.

Como bom paulistano, eu adoro tomar café da manhã em padarias. É um dos hobbys que eu tenho com a Cris, minha namorada. Volta e meia vamos visitar alguma padaria nova e experimentar o misto quente, o pão na chapa e a média desnatada. Praticamente nos especializamos em avaliar, informalmente, o desempenho dos chapeiros.

A Braverie é uma padoca metida a chique que fica em Pinheiros, em São Paulo. É uma delícia. Ou melhor, era: desde o início de outubro, descobrimos que o estabelecimento mudou de chef. Pode parecer algo trivial, mas a mudança foi enorme. Para pior.

A Braverie sempre foi um lugar caro. Seu buffet de café da manhã com certeza está entre os mais absurdos de São Paulo: R$ 23 por cabeça. É, como diria meu irmão Guilherme, uma facada. Mas você saía de lá refestelado. Cada detalhe valia a pena. O pão de queijo quentinho, as frutas frescas, os ovos mexidos feitos na hora, servidos dentro da própria casca do ovo, o waffle preparado com capricho… Era o lugar perfeito para abrir o jornal no domingo de manhã, jogar conversa fora e comer um brunch de primeira.

Com as mudanças,  a padaria se transformou numa das piores relações custo-benefício da cidade. Os ovos mexidos foram parar numa panela grande. No raspo do tacho, ficam frios. Os waffles agora ficam endurecendo em cima da bancada. As fornadas de pão de queijo agora chegam mais rápido do que antes. Mas porque eles estão crus. Ficam borrachudos, frios e impossíveis de comer.

Eu nem sei quem era o chef anterior e nem sei quem é o atual. Portanto, não é nada pessoal, moçada. Minha visão, aqui, é de um cliente que já foi dezenas de vezes na Braverie e recomendou o local a praticamente todos os amigos. E que notou uma queda sensível na qualidade do estabelecimento.

Se antes a gente pagava 23 pilas com gosto e saía feliz, hoje pagamos 23 reais de cara amarrada, nos sentindo assaltados, porque a padaria não nos entregou nada. E uma das piores coisas de ir a um bar, restaurante, padaria ou qualquer estabelecimento é ter a sensação que você foi enganado.

Foi o que aconteceu na Braverie. Seria bom eles retomarem a qualidade de antes. Ou, se não, pelo menos reduzir o preço. Cliente não gosta de pagar mico.

3 Respostas to “O chef é tudo”

  1. Andrea Says:

    Eduardo… nao conhecia seu blog (é ótimo). Achei porque dei um search no google para encontrar o telefone da Braverie… e achei teu comentario – eu também fui daquelas que indicou o lugar para todos os amigos… ao ponto que estava por convidar uma turma para um brunch no domingo dia 9… (perto do meu aniversário).
    Pois é – sinuca de bico agora! Voce me sugere algum outro lugar para um brunch excelente? Por 50 reais tem o Rôti (conhece?) mas não gostaria que ultrapassasse os 25… fácil?
    Espero que você leia a tempo… bjs e obrigada!

  2. Isabelli Silva Says:

    Eduardo, entrei no Google para saber se o Braverie tinha site, pois semana que vem vou marcar um almoço de aniversário lá. Achei um tanto estranho seu comentário, pois frequento o Braverie desde que abriu, e realmente houveram mudanças, no começo não foram tão confiaveis, mas o lugar ( que não é mais uma padoca) ficou maravilhoso depois da reforma que foi feita ( um dos garçons me disse que pelo João Armentano), e alem de tudo um cardápio maravilhoso feito pela nova chef, com preços muito bons. Quanto aos ovos, as vezes eu prefiro pedir também ( e quando quero, peço), mas quando eu vou no horário de pico, o da panela está sempre quentinho, porque não para de sair.

  3. walter Says:

    Olá Eduardo, td bem? Gostaria de enviar a você o release das reforams feitas este ano na Braverie, que deixou de ser apenas Padaria e virou uma brasserie. Gostaria de convidá-lo a conhecer o espaço e quem sabe reverter esta opnião a respeito do lugar. A nova chef da casa, é a Kátia Santos, quem está no comano da cozinha.
    Por favor para qual e-mail devo encaminhar o release com fotos do Braverie?
    um abraço.
    Walter Cunha.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: