Archive for the 'Café-da-manhã' Category

O melhor café-da-manhã de São Paulo

sábado, 1/dezembro, 2007

Antes de mais nada, desculpem pelo sumiço. Essa semana foi de muito trabalho e pouca (pouquíssima) boa vida! Ainda bem que existem “invenções” como o sábado e o domingo…

Bom, mas eu vim aqui falar de outra coisa: café-da-manhã. Como eu escrevi outro dia, é uma das refeições que eu mais gosto de fazer. Sempre que sobra um tempinho, normalmente no final de semana, faço peregrinações às padarias de São Paulo para tentar descobrir quem serve o melhor brunch da cidade. Faço testes para escolher o melhor misto-quente, a média mais bem tirada e o rei dos “minas quente”. É coisa de gente louca, concordo (culpa da Cris, minha mulher, que me iniciou nessa “arte”). Mas também é um grande prazer.

A “competição” pelo melhor café-da-manhã da cidade sempre foi acirrada. Era difícil escolher, com tantas opções numa cidade gigante como São Paulo. Mas eu acho que, após tantas comandas pagas, já dá para cravar quem é o melhor: o Pain et Chocolat, em Moema (como eles não têm site, darei o serviço: fica no final da rua Canário, naquela pracinha da sorveteria, telefone 5094-0550).

A leitora Andrea escreveu um comentário outro dia aqui no blog. Disse que estava perto de convidar a turma para um brunch na Braverie, mas que ficou meio “assim” por causa do meu post falando que os caras pioraram muito (leia no link no segundo parágrafo deste texto).

Se eu fosse você, Andrea, experimentava o Pain et Chocolat. De sábado e domingo, ele serve o melhor brunch que eu já tomei. E por um preço justo: R$ 14,90 por pessoa.

Fui lá várias vezes, a última há alguns dias. E pude comprovar novamente que o lugar é show. É bonito, agradável (tem mesinhas do lado de fora que são um convite ao ócio criativo) e o serviço é bom. O ponto alto, no entanto, são as comidinhas. Simplesmente fantásticas. Os frios estão sempre frescos e o pão de queijo é um atentado à boa forma. Há também uma bela mistura da parte “trash” (ovos mexidos, salsichas e bacon) com coisas saudáveis (frutas da estação,  sucos deliciosos etc.). Sensacional. 

Duas dicas importantes. A primeira: vá bem cedo (por volta das 8h30, 9h) ou mais tarde (depois das 11h30; o brunch vai até 14h). Se você chegar entre 9h15 e 11h30, vai enfrentar uma pequena muvuca, pois o lugar costuma lotar nesse horário. É natural, pois os habitantes locais já sacaram que o lugar é um pequeno tesouro.

Segunda dica: guarde um bom espaço no seu estômago para os doces. Eles são a especialidade das donas do Pain et Chocolat, a Erika Okazaki e a Cecilia Nishioka. Elas são talentosíssimas na pâtisserie. Experimente o bolo de cenoura e os fantásticos mini-sonhos, recheados de creme e doce-de-leite. De chorar.

Podem ter certeza que este blog vai continuar à caça dos melhores cafés-da-manhã da cidade. Afinal, é uma busca contínua e ininterrupta… De qualquer modo, fica a dica: por algum tempo, será difícil tirar o reinado do Pain et Chocolat.